A Apple anunciou a abertura de um laboratório de recuperação de materiais em Austin, no Texas. Este novo laboratório, com uma área de 840 m2, terá como finalidade desenvolver novos processos de reciclagem, envolvendo não só robótica como também machine learning, de forma a desmontar os dispositivos recuperando materiais valiosos (como cobre, alumínio e cobalto).

O novo laboratório vai situar-se nas mesmas instalações em Austin onde se encontra o robot Daisy, com capacidade para desmontar 1,2 milhões de iPhones por ano.

O laboratório faz parte de um objetivo mais vasto da Apple, que pretende vir a fabricar todos os seus produtos a partir de materiais reciclados ou renováveis, embora ainda não tenha definido uma data para essa meta.

Em entrevista à Reuters, Lisa Jackson, vice-presidente da Apple para o ambiente e políticas sociais, referiu acreditar que o projeto irá influenciar a forma como, não só a Apple como todo o sector, irão desenhar e fabricar os seus produtos no futuro.

A Apple informou também que os materiais reciclados pelo robot Daisy virão a ser integrados em novos produtos. Como exemplo dessa política, a empresa da maçã referiu que vai utilizar o cobalto das baterias recuperadas no fabrico das suas novas baterias.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.