A Apple e a Samsung não conseguiram chegar a um entendimento fora dos tribunais, pelo que a guerra entre as duas empresas segue na justiça. Quem avança a informação é o The Verge que cita vários meios de comunicação sul-coreanos.

De acordo com as publicações, o diretor executivo da Apple, Tim Cook, e o responsável máximo pela área mobile da Samsung, JK Shin, ter-se-ão encontrado na semana passada, mas sem resultados práticos.

O tribunal definiu o dia 19 de fevereiro como data limite para as duas gigantes se entenderem fora do tribunal, mas conta um jornal sul-coreano que o responsável da Samsung está no país e não tem planos para sair nos próximos tempos.

As duas empresas já se tinham encontrado em 2012 para discutir um acordo, sendo que nessa altura o entendimento também não foi conseguido.

A Apple e a Samsung são protagonistas de uma guerra de patentes "termonuclear" que apesar de já ter conhecido dias mais agitados, continua a dar muito que falar. Sobretudo nos EUA, nenhuma das empresas recua perante a adversária, acusando-se mutuamente da violação de propriedade intelectual.

Até agora a Samsung é a empresa mais prejudicada, estando à espera do valor final da multa que terá que pagar à Apple e que ascenderá perto dos 930 milhões de dólares.

Para março está previsto o início de um segundo julgamento que vão opor as mesmas empresas, mas cujos argumentos dizem respeito a patentes e dispositivos diferentes. A Samsung já entrou a perder neste caso.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.