Os alunos do curso de electrónica da Escola Profissional de Gaia vão aproveitar uma das aulas do seu programa curricular para trabalhar na adaptação de brinquedos para crianças com dificuldades motoras e de aprendizagem. Vão estar incluídos na iniciativa 24 alunos com idades entre os 15 e os 17 anos que terão como missão desenvolver "os mecanismos que permitem a adaptação e manipulação dos brinquedos", divulga a Lusa, citando Carla Faria, responsável pelo site Ajudas.com que promove a iniciativa.



O dispositivo que permite a adaptação dos brinquedos é um botão de pressão cedido pelo hipermercado Jumbo que é constituído por uma caixa preta, um fio, tomada e microswitch com uma pala, que quando pressionado acciona as funções que o boneco se propõe a desempenhar normalmente. O sistema permite que uma criança com deficiências motoras active o brinquedo através de um simples movimento do pé ou da cabeça e funciona em qualquer brinquedo a pilhas.



A colaboração do hipermercado na iniciativa vai permitir a disponibilização de 15 brinquedos diferentes que podem ser encomendados via Ajudas.com e transformados pelos alunos, antes de chegaram às mãos dos familiares das crianças com deficiência. Os preços dos brinquedos será inferior ao normal, garante Carla Faria, mãe de uma criança com paralisia cerebral que desenvolveu o sistema com o marido e que agora passa a experiência para a escola.



Notícias Relacionadas:

2005-09-26 - Site do Dia: Ajudar quem sofre de deficiência

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.