O Departamento de Justiça norte-americano anunciou na passada sexta-feira a detenção de um jovem alegadamente responsável pela criação de um worm informático de propagação idêntica ao MSBlast. Esta é a segunda detenção no espaço de pouco mais de um mês relacionada com a criação de vírus informáticos.

O sujeito em causa, cujo nome ou sexo não foram divulgados por se tratar de um menor, terá alegadamente criado e divulgado um worm que explora falhas de segurança nos sistemas operativos da Microsoft. O referido worm, conhecido como Spybot.worm.Iz, Randex.E ou RPCSdbot, tira partido de uma falha de segurança que a Microsoft denunciou no passado mês de Julho.

Segundo uma notícia da C|net, este worm pode ser controlado pelo hacker através do IRC de modo a criar ataques do tipo denial-of-service e instalar [nos computadores infectados] programas que o mesmo desejar".

Em comunicado de imprensa, o Departamento de Justiça norte-americano fez saber através do seu porta-voz John McKay que "os piratas informáticos precisam de compreender que serão perseguidos e responsabilizados pelas suas actividades maliciosas, sejam adultos ou aolescentes".

Recorde-se que esta detenção é já a segunda relacionada com a propagação de vírus através da referida falha de segurança. O primeiro detido, no passado mês de Agosto, foi Jeffrey Lee Parson de Minneaplois, pela criação do perigoso MSBlast.B. que acabaria por infectar 7 mil computadores.

Notícias Relacionadas:

2003-08-29 - FBI prende jovem suspeito de ter criado vírus Blaster
2003-08-21 - Microsoft alerta para três falhas críticas no Internet Explorer e Windows
2003-08-20 - Quatro novos vírus identificados ampliam estado de alerta de segurança

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.