O Spotify vai começar a testar a sua primeira peça de hardware. Trata-se de um assistente virtual para automóveis, que é controlado por voz, e que vai ajudar a empresa a conhecer os hábitos de consumo dos utilizadores no segmento musical, especialmente quando estes estão ao volante.

Para montar uma rede consistente de testes, a empresa vai enviar o aparelho a vários utilizadores, sem qualquer custo associado.

O Car Thing, como se chama, liga-se ao isqueiro do carro e pode ser conectado, por Bluetooth, ao automóvel e ao smartphone do utilizador. Para o ativar, o condutor deve dar o comando “Hey, Spotify”, seguido do pedido que tenciona fazer-lhe.

O acessório vai ter um display circular num dos lados, que exibe o nome dos conteúdos que estão a ser reproduzidos. E logo à direita, há um conjunto de botões que facilita o acesso a um conjunto específico e personalizado de playlists. Note que o Car Thing estará ligado à conta de Spotify do utilizador, pelo que será fácil aceder a todas as listas de reprodução que já tiver guardado.

Importa sublinhar que os testes vão ser conduzidos em exclusivo nos EUA. Os participantes escolhidos pela tecnológica vão ser contactados em breve.

Ao The Verge, o Spotify fez saber que ainda não tem planos para lançar o Car Thing no mercado e que nem sequer sabe durante quanto tempo este teste será conduzido.

Num post publicado no seu blog oficial, a gigante sueca sublinhou também que não está interessada em focar-se em hardware. Este projeto, diz, tem o intuito principal de lhe mostrar como é que os utilizadores consomem música e podcasts enquanto conduzem.

A imprensa internacional adianta que fontes próximas da empresa confirmaram que o Spotify também registou os nomes Voice Thing e Home Thing, o que sugere que o serviço de streaming estará interessado em conduzir testes semelhantes no ambiente doméstico dos utilizadores.

Se estiver interessado em colocar este Car Thing no mercado, o Spotify enfrentará a concorrência da Amazon, que atualmente conta com o Echo Auto. O aparelho traz a Alexa para dentro das viaturas dos utilizadores a um preço muito convidativo, mas o modelo de negócio deste aparelho ainda exclui o grande público da sua aquisição, uma vez que é necessário convite para o encomendar.

Noutros formatos temos também o Drive Mode do Google Assistant, que adapta o assistente virtual ao contexto da viagem.

Segundo um inquérito realizado pela JD Power, 76% dos proprietários de uma viatura afirmam estarem interessados em ter um assistente virtual, não só em suas casas, como nos seus carros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.