A China anunciou a criação de um comité de ética que, doravante, vai analisar e regular a aprovação de novos videojogos. A agência pública vai estar incumbida de fazer com que estes conteúdos respeitem uma lista de regras desenvolvidas para assegurar o controlo público de alguns riscos de saúde e sociais, como a adição e a exibição de conteúdos violentos e sexuais.

Monster Hunter World PC retirado das prateleiras na China dias depois da estreia
Monster Hunter World PC retirado das prateleiras na China dias depois da estreia
Ver artigo

O comité já analisou 20 jogos desde que foi criado, sendo que nove deles foram rejeitados. Aos restantes 11, a agência solicitou algumas alterações aos respetivos estúdios. Os títulos dos videojogos não foram avançados.

Note que as aprovações de novos jogos estão agora suspensas e a imprensa chinesa indica que assim deverão permanecer até fevereiro. O South China Morning Post noticiou na semana passada que o governo estava a desenvolver um sistema de licenciamento, e esse processo pode ainda demorar algum tempo até estar concluído.

Quando voltar à ação, o comité pode ser ainda mais rígido na decisão, uma vez que um sistema de licenciamento poderá significar regras ainda mais apertadas. No melhor dos casos, toda esta burocracia pode apenas significar que os jogos vão demorar mais tempo a chegar aos gamers chineses.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.