A Cisco Systems, em parceria com Network Associates, a Symantec e a Trend Micro anunciaram o programa Cisco Network Admission Control. Este programa tem como objectivo "diminuir o impacto das ameaças e dos vírus que afectam as redes, nos negócio das empresas", explica-se em comunicado.



O Cisco Network Admission Control permite assim às empresas conceder um acesso mais seguro a equipamentos - sejam eles PCs, servidores, PDAs ou outros - e restringi-lo quando considerado incompatível com as normas de segurança.



Através dos routers Cisco, é possível atribuir privilégios de acesso a determinado terminal quando este se tenta ligar à rede. A autorização pode ser concedida com base em informação sobre o terminal como o estado do seu anti-vírus ou o nível de actualização do sistema operativo. Os equipamentos que não obtiverem autorização são colocados numa zona de quarentena, ou em alternativa, é-lhes atribuído um acesso restrito aos recursos disponíveis. Para já, esta funcionalidade está apenas disponível para terminais com sistemas operativos Microsoft Windows NT, XP e 2000, embora no início do próximo ano esteja prevista a sua extensão a outros domínios.



O software que garante esta função foi desenvolvido pela Cisco e baptizado de Cisco Trust Agent. O cumprimento da tarefa desempenhada pelo Trust Agent é garantido pela sua implementação num sistema terminal - onde é recolhida e analisada informação sobre os vários softwares de segurança dos clientes - que irá comunicar com a rede Cisco - onde as decisões de controlo de acesso são efectuadas e aplicadas.



O Cisco Trust Agent está licenciado pela Network Associates, Symantec e Trend Micro que o disponibilizarão aos seus clientes juntamente com os seus produtos de segurança.



Pelo lado da Cisco, em 2004 está prevista a disponibilização das funcionalidades Network Admission Control nos routers de gama média e a prazo nas várias plataformas de produtos Cisco, incluindo switches, wireless access points e aplicações de segurança. No que respeita ao Cisco Trust Agent este será integrado no portofólio de segurança da empresa, assim como, no software de segurança do programa de suporte a empresas do Cisco Network Admission Control, já no início de 2004. A médio prazo está igualmente prevista a sua integração "em terminais e à interoperacionalidade da rede, de forma a incluir a capacidade de protecção de conteúdos", avança o mesmo documento.



Notícias Relacionadas:

2003-05-20 - Cisco entra no mercado de segurança de redes com lote de novos produtos e serviços

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.