Beatas, papel, vidro e folhas de árvores são alguns dos resíduos que podem “estragar” a beleza das ruas de Lisboa, mas há um projeto que quer mudar esta realidade. Com a ajuda da inteligência artificial (IA) e da localização inteligente, o projeto-piloto tecnológico está a recolher informações e monitorizar este tipo de resíduos da cidade desde ontem, 25 de agosto, e até ao dia de hoje, 26.

Um veículo adaptado pela startup Cortexia com um software de IA está a percorrer algumas ruas da cidade de Lisboa. O objetivo passa por detetar resíduos e reunir dados para depois serem utilizados para monitorizar e melhorar a limpeza nas cidades. Ao mesmo tempo, e com o mesmo propósito, a Litterati está a percorrer as ruas de Lisboa, utilizando a tecnologia que desenvolveu numa aplicação de crowdsource-cleaning.

Realizada no âmbito da Capital Verde Europeia 2020, com Lisboa a ser a escolhida este ano, e com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, a iniciativa conta também com a colaboração da Tabaqueira, uma subsidiária da Philip Morris International (PMI). Do projeto fazem ainda parte parceiros tecnológicos internacionais, as startups Cortexia, Litterati e Carto.

Para além de testar a tecnologia e os métodos que estão a ser desenvolvidos, a ação pretende também sensibilizar e dar a conhecer boas práticas ambientais. Desta forma, procura promover o correto descarte dos resíduos.

O projeto-piloto surge em linha com os compromissos da Capital Verde Europeia 2020, na área dos resíduos, nomeadamente no que diz respeito à promoção da diminuição de lixo na cidade e ao aumento da recolha seletiva. Em foco está ainda o combate ao uso de plástico descartável e ao desperdício alimentar e a promoção de uma economia circular dos materiais.

Empresas comprometem-se a mudar a mobilidade dos colaboradores em Lisboa por uma capital mais "verde"
Empresas comprometem-se a mudar a mobilidade dos colaboradores em Lisboa por uma capital mais "verde"
Ver artigo

A iniciativa arranca em Lisboa, mas pretende ser replicada a nível global pela PMI. A empresa estabeleceu uma nova meta a nível ambiental, pretendendo reduzir em 50% os resíduos plásticos dos seus produtos até 2025.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.