A Secção de Investigação de Criminalidade Informática e de Telecomunicações da Polícia Judiciária em 2004 investigou 572 casos, contra os 338 crimes investigados em 2003. No ano passado a divisão assistiu a um aumento exponencial dos crimes relacionadas com a devassa da vida privada, através de meios informáticos e com o phishing, "que está a aumentar em toda a Europa e Portugal não é excepção", detalhou Baltazar Rodrigues, inspector da Polícia Judiciária à margem de uma apresentação no Instituto Superior Técnico.



São ainda motivo de preocupação para a polícia a distribuição de conteúdos pedófilos, as cópias ilícitas ou o acesso ilegítimo para espionagem e sabotagem, crimes que tiveram também especial relevância em 2004, revelou o mesmo responsável durante a apresentação.



No que respeita às cópias ilícitas, a polícia sublinha que embora tenham apenas sido efectuadas 22 queixas estas permitiram a apreensão de 100 mil discos ópticos. O inspector destacou ainda a proliferação de crimes como a pirataria de boxes da TV Cabo e os ataques de engenharia social que, segundo ele, continuam a resultar em Portugal.



Segundo as mesmas fontes o criminoso informático tipo tem entre 15 e 40 anos, é introvertido, socialmente isolado e arrogante. A grande maioria (96 por cento) não tem antecedentes criminais e quase metade (45 por cento) são divorciados ou separados.



A nível de competências, três quartos dos autores de crimes informáticos frequentaram o ensino superior, tem notas escolares medianas, são técnicos competentes e bons trabalhadores.



À margem do encontro Baltazar Rodrigues explicou que a divisão de criminalidade informática de Policia Judiciária tem uma taxa de sucesso nas suas investigações entre os 85 e os 97 por cento e considerou que os meios da polícia para combater os crimes informáticos estão "ao nível da economia portuguesa". "Não podemos dizer que temos falta de meios, mas podíamos estar melhor", acrescentou.



Notícias Relacionadas:

2005-01-20 - Assoft e PJ juntam-se em campanha de prevenção contra pirataria de software

2004-01-13 - Acesso ilegítimo a redes e sistemas informáticos lidera queixas de crimes informáticos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.