José Silvano, José Matos Rosa, Duarte Marques e Feliciano Barreiras Duarte são os deputados envoltos na mais recente polémica sobre o registo falso de presenças no Parlamento, facilitado pelo uso das passwords para "picar o ponto". A TSF dá hoje conta de duas petições que querem resolver a questão através do uso de dados biométricos.

A petição "Registo Biométrico da assiduidade para os deputados" foi criada por João Gentil que considera que a solução mais simples para evitar estes registos falsos é a mesma que é usada com outros funcionários públicos, através de registo com impressões digitais. "Os argumentos que foram decretados para os trabalhadores do Estado para usar o sistema biométrico, aplicam-se com transparência aos próprios deputados", defende o criador da petição.

Opinião: Deputados Faltosos? Data Science ao serviço do Cidadão
Opinião: Deputados Faltosos? Data Science ao serviço do Cidadão
Ver artigo

Numa semana já conseguiu quase 2,2 mil assinaturas no documento que pode ser visto através deste link e que defende ainda que "A bem da transparência e do regime democrático, a assiduidade através de registo biométrico deverá também ser pública ou passível de ser consultada por qualquer eleitor português".

Outra petição defende uma ideia semelhante de registo. "Mudar a forma de registo dos deputados na Assembleia: Biometria em vez de passwords partilhadas" e o nome da petição que foi criada por Rui Martins que também fez as contas ao custo. Um leitor de marca digital custa cerca de 15 euros; comprado em grande escala, fica ainda mais barato, o que é uma solução acessível para proteger a democracia, defende.

Para além do registo de entrada, esta petição quer ainda que exista um registo de saída, e que este use o mesmo sistema biométrico, já que os deputados aqui assinam uma folha de presença.

Esta petição pode ser vista neste link e tem um número mais modesto de assinantes, menos de 450.

Na semana passada o SAPO TEK publicou uma análise de Manuel Dias aos dados de registos de presença no Parlamento português utilizando ferramentas de Analytics e Data Science e recorrente aos datasets da Assembleia da República, que disponibilizam uma série de informação em dados abertos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.