Chama-se EMC Enterprise Hybrid Cloud e está disponível desde esta semana em todo o mundo. Vai permitir às empresas automatizarem a infraestrutura e gerir, a partir de um mesmo local, recursos em cloud e integrá-los com serviços on premise.



Dá acesso a um conjunto de serviços automatizados, para uma gestão TI que a EMC descreve como as a service e que permite mover aplicações e cargas de trabalho entre cloud pública e privada.


Vítor Baptista, em conferência de imprensa, destacou esta tarde que a abordagem da EMC nesta área vai ajudar as empresas a tomarem melhores decisões na opção entre cloud pública e privada, fornecendo elementos que permitam perceber o impacto para o negócio entre uma e outra opção, caso a caso, explicou o Senior Development Manager da EMC para a EMEA.


A solução integra hardware, software e serviços da EMC e da VMware. Suporta aplicações tradicionais e de próxima geração e pode visar sistemas que tirem partido das soluções da Microsoft, da Amazon, ou outras e garante compatibilidade com OpenStack.


Isabel Reis, country manager da EMC em Portugal, destaca como principais características da nova oferta o facto de o produto ser agnóstico em relação à tecnologia, já que pode ser aplicado independentemente da infraestrutura do cliente, e de criar um ambiente que facilita a transferência de dados entre um ambiente de cloud pública e privada.


Estas características, que a EMC considera diferenciadoras, são os principais argumentos para uma previsão de vendas otimistas no mercado português. Isabel Reis estima que a Enterprise Hybrid Cloud poderá corresponder a 10% das vendas da subsidiária no prazo de um ano.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.