As estimativas iniciais da Aerospace Corporation indicavam que a queda da estação espacial chinesa Tiangong-1 na Terra iria acontecer na primeira semana de abril, ao passo que a Agência Espacial Europeia (ESA) apontava para o período entre  24 de março e 19 de abril.

No entanto, a ESA atualizou as previsões da data de reentrada da atmosfera terrestre do módulo de 8,5 toneladas, de 12 metros de comprimento e de três metros de largura. A expetativa é de que a estação espacial chinesa Tiangong-1 caia na Terra entre os dias 30 de Março e 2 de Abril.

A estação vai desintegrar-se quando atingir a atmosfera terrestre, por causa das elevadas temperaturas que se atingem durante o processo de reentrada na Terra, mas é possível que fragmentos mais resistentes atinjam a superfície do nosso planeta.

Mas, o instituto sem fins lucrativos financiado pelos EUA para fiscalizar atividades espaciais avisa que não há motivo para alarmes, visto que a probabilidade de uma pessoa ser atingida por destroços da Tiangong-1 é um milhão de vezes mais reduzida do que as probabilidades de se ganhar a lotaria.

A ESA defende que é provável que os destroços caiam no mar, visto que cerca de 70% do planeta Terra é coberto por oceano.

tek satelite chines

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.