O FBI está a desenvolver um projecto, cujo nome de código é Magic Lantern, e que consiste na criação de um vírus, ou cavalo de tróia, transmitido via email. Embora o objectivo seja monitorizar os equipamentos utilizados por indivíduos suspeitos de crimes, o pedido feito às empresas fabricantes de anti-vírus para que estas criem buracos de segurança nos seus programas de modo a que o Magic Lantern possa actuar, foi recusado.



Symantec e Network Associates afirmaram já que não têm intenção de modificar os seus produtos, e em conjunto com a Trend Micro e Sophos garantiram não ter sido contactados até à data pelo governo norte-americano nesse sentido.



Segundo informações disponibilizadas pela MSNBC.com e que o FBI se recusa a comentar, ou a confirmar, o vírus esconde-se no computador e capta todas as combinações de teclas incluindo palavras chave que podem ser usadas para descodificar mensagens de correio electrónico encriptadas.



De acordo com alguns especialistas, o perigo neste caso reside no facto de haver a hipótese de mais alguém se aproveitar desta vulnerabilidade no programa com intenções bem diferentes das do FBI. A indústria, por seu lado, afirma que isto destruiria a confiança do publico e seria prejudicial para a imagem do fabricante o que, certamente, se traduziria nas vendas. Ou participam todos, ou então quem não o faça terá desde logo vantagem no mercado.



As vendas nos mercados internacionais também seriam afectadas e a Symantec e a Networks Associates que têm investimentos na China não vão querer colocá-los em risco. Segundo David Hughes presidente da subsidiária norte-americana da Sophos, "se a lei fosse modificada teríamos de obedecer. Mas, como poderia então um fabricante garantir protecção aos clientes fora da jurisdição norte americana? Por outro lado, ao fazer isto para o governo dos Estados Unidos também teríamos de o fazer para qualquer outro estado" conclui.


Nota da Redacção (13 de Dezembro) - Ainda ontem, 12 de Dezembro, um porta voz do FBI acabou por confirmar a existência do projecto Lanterna Mágica. Paul Bresson afirmou à agência Reuters que é ainda um projecto em desenvolvimento, que não foi utilizado, e por isso mesmo ainda não pode falar sobre ele.

Notícias Relacionadas:

2001-09-21 - FBI conseguiu ter acesso a emails dos terroristas

2001-02-14 - Carnivore adopta nome menos controverso

2000-12-07 - Até onde vai a vigilância?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.