Os últimos dias não têm sido fáceis para a Adobe, que avisou os clientes de duas falhas críticas que afectam os seus programas que fornecem suporte a PDFs e ao Flash. Entretanto, a empresa anunciou datas para o lançamento das correcções, mas uma das vulnerabilidades já conta com um patch proposto por uma empresa de segurança.

A empresa aconselha, no entanto, os utilizadores a não optarem por soluções de terceiros e a esperarem pelas correcções oficias, com data de lançamento prevista para os dias 27 de Setembro e 4 de Outubro.

De acordo com a informação avançada pelo serviço de notícias da Kaspersky, a correcção já disponível destina-se à falha que afecta o Adobe Reader - um dos programas mais usados para visualização de ficheiros em formato PDF - e é proposta pela empresa de segurança RamzAfzar, estando acessível desde quarta-feira.

Os especialistas alertam para as implicações associadas à instalação de uma solução deste género, passível de produzir alterações ao software que podem impedir que uma próxima actualização da marca venha a funcionar correctamente - para além dos riscos associados à instalação de software "não oficial", que pode ele próprio constituir um risco para a segurança.

Nas falhas já com data de correcção prevista pela Adobe, receberá primeiro actualização a falha que afecta o Adobe Flash Player, nas versões para Windows, Mac, Linux, Solaris e Android (na semana de 27 de Setembro) e depois a vulnerabilidade no Adobe Reader 9.3.4 para Windows, Mac e Unix e o Acrobat 9.3.4 para Windows e Mac (na semana a partir de 4 de Outubro).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.