Milhares de imagens de câmaras domésticas da Trendnet estão a circular online, ao alcance de qualquer internauta, relata a imprensa internacional. O episódio ficou a dever-se a uma falha de segurança nos equipamentos, que já foi reconhecida pela fabricante.

Numa altura em que o número de utilizadores lesados continua por apurar, sabe-se que o problema de software afeta duas dezenas de equipamentos, comercializados a partir de abril de 2010. A linha de produtos da marca também se vende em Portugal.

As primeiras imagens de cenas do quotidiano - com crianças a dormir na sua cama, por exemplo - terão começado a aparecer online já em meados de janeiro de 2012, relata a BBC.

Num comunicado emitido ontem, a Trendnet enumera os modelos visados pelo problema e disponibiliza uma atualização de firmware para resolver a questão. Os modelos vendidos a partir de fevereiro já não estão vulneráveis, acrescenta a marca.

A empresa teria já avisado os clientes registados do sucedido, mas acontece que apenas cerca de 5% dos utilizadores registaram os equipamentos comprados. A estratégia passou depois pela publicação de um alerta no seu site.

No comunicado, a marca norte-americana explica que a vulnerabilidade ao nível do IP das câmaras permite o acesso online, em tempo real, às imagens por estas captadas.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.