Os finalistas da 5ª edição do PlayStation Talents em Portugal estão em destaque no Moche XL Games World. Os projetos que passaram à final da competição juntam-se não só aos quatro vencedores das edições anteriores, mas também aos finalistas aos 50 finalistas do espaço Indie X para dar a conhecer ao público as suas propostas, havendo muito espaço para experimentar os seus jogos.

A quinta edição da competição conta também com três finalistas em comum entre o entre o Indie X e o PlayStation Talents: o Back Then dos Outriders & RP Studios, o FTW: For The Warp dos Massive Galaxy Studios e o Prism Seekers dos Biga Forti Studios.

À semelhança das propostas dos projetos do Indie X, a diversidade reina nos jogos finalistas em exposição. De acordo com Ricardo Correia, coordenador do programa PlayStation Talents em Portugal, à conversa com o SAPO TEK, "não há aqui uma linha limitadora de géneros: a realidade do que acontece aqui é que podemos ter uma abrangência tão grande entre jogos narrativos, por turnos, no espaço, com pixel art… Portanto, também funciona muito bem desta forma, a qual é um excelente espelho da grande diversidade criativa que existe nos criadores portugueses."

Para Marcus Bettencourt, CEO da RedCatPig Studio, a qual que venceu o PlayStation Talents 2018 com o KEO, a experiência no Moche XL Games World está a ser "uma surpresa agradável". Tal como indicou ao SAPO TEK, a equipa já tem alguma experiência em eventos do género e não só: "no ano passado fomos pelo menos a seis eventos e este ano também vamos com um número já «engraçado» : desde eventos de gaming como «não-gaming» aliás, nós fomos até o Web Summit, onde tivemos um booth como uma start-up selecionada."

A RedCatPig Studio está a "estrear" uma nova build do seu projeto vencedor. "É a primeira vez que nós estamos num evento com uma nova build do jogo, ou seja em que o mostramos num aspeto multiplayer online a 100% ", acrescenta Marcus Bettencourt.Embora os primeiros dias em exposição tenham sido mais calmos, o CEO afirma que as reações do público está a ser "muito agradável", sendo que a vasta maioria do feedback que recebem "já é no intuito da aquisição".

Para já, ainda há um caminho de um ano de desenvolvimento a percorrer pela equipa, mas o responsável indica que a receção do jogo por parte de quem os visita está a ser motivadora. "O que nos dá esperança é que se apenas com uma alfa nós já temos esta receção tão boa, que dizer que estamos a fazer alguma coisa bem e que estamos no bom caminho. Agora é continuar!

Já a competir como finalista tanto no PlayStation Talents, como no Indie X está a Outriders & RP Studios com o título Back Then. "No nosso jogo, nós jogamos como um idoso com Alzheimer numa cadeira de rodas que está num lar de idosos e o objetivo dele é lembrar o seu passado, a sua família e o que aconteceu de bem e de mal na sua vida", elucidou Calebe Motta ao SAPO TEK. Para a equipa que não estava á espera de participar nas suas competições, a experiência de participar no evento é "um pouco nova", nas palavras de Calebe, mas está a ser interessante: "Até agora todas as pessoas que estão a jogar estão a gostar e está a ser bom receber muitas críticas boas".

A Cronos Team e a Alpha Shift são duas das 10 equipas finalistas da competição com propostas em áreas diferentes: Cronos apresenta-se como um puzzle-platformer 2D, enquanto Goody Two Shoes situa-se no âmbito dos RPG de fantasia. Tal como deram a conhecer ao SAPO TEK, para ambas a participação no Moche XL Games World está a ser positiva. Para Patricia, da Alpha Shift, "ser reconhecido no top 10 nacional já é qualquer coisa e este não é um concurso qualquer. Estamos muito gratos pela oportunidade de expor aqui o nosso projeto e conhecer os outros talentos que existem aqui em Portugal, porque, sinceramente, fora destes eventos, não há muita forma de entrar em contacto direto com pessoas que fazem a mesma coisa do que nós e que partilham a nossa paixão".

Na sua 5ª edição, a competição está já a mudar a percepção do "universo" dos videojogos nacional de videojogos. "É curioso ver o interesse crescente e a percepção dos nossos criadores (sejam eles estudantes, sejam estúdios já com experiência no mercado), os quais olham para os PlayStation Talents e percebem o investimento que existe no desenvolvimento da indústria de videojogos portuguesa", afirma Ricardo Correia.

O vencedor do grande prémio da competição e restantes categorias serão anunciados durante uma cerimónia de entrega de prémios em janeiro de 2020. O jogo que se sagrar como campeão irá amealhar 10.000 euros em dinheiro para ajuda no desenvolvimento do projeto, assim como a publicação do mesmo na PlayStation 4.

SAPO TEK e SAPO Desporto no Moche XL Games World

O SAPO está no Moche XL Games World para conhecer todas as novidades do mundo dos videojogos e eSports. Acompanhe todas as notícias connosco e veja as fotos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.