A Força Aérea americana quer ter à sua disposição uma nova ferramenta para resgatar militares que tenham sido vítimas de acidentes ao seu serviço. Trata-se de um projeto para uma aeronave autónoma, que permitiria resgatar os pilotos e proteger os destroços sem colocar mais pessoas em risco de acidente, ou expostos ao fogo do inimigo.

De acordo com a Task & Purpose, o Laboratório de Investigação da Força Aérea emitiu no passado dia 2 de maio uma solicitação com o nome “Recuperação de Pessoal / Veículo de Transporte”. Nessa solicitação, o laboratório refere que procura uma aeronave pequena e autónoma, com alcance de pelo menos 100 milhas e que possa aterrar e descolar numa pequena área que não tenha sido preparada para essas ações.

O veículo deverá ter capacidade para transportar até quatro pessoas, para além de 635 kg de equipamento. Terá de ser capaz de operar em qualquer tipo de terreno e apresentar uma “assinatura sonora acústica” baixa. A Força Aérea americana não especifica, porém, se este meio de transporte será um helicóptero autónomo, uma aeronave com rotor inclinado ou um veículo de outro tipo.

Esta solicitação representa apenas o primeiro passo de um longo processo de aquisição. As empresas interessadas terão de demonstrar que são realmente capazes de construir um veículo com as características pretendidas antes de dar início às fases de desenvolvimento e testes, findas as quais poderão passar para a produção.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.