A Fujifilm apresentou em Lisboa a sua proposta para o verão de câmaras instantâneas, a instax mini LiPlay. A nova câmara, com a habitual capacidade de imprimir os momentos instantaneamente, introduz como novidade na gama a gravação de som. Ou seja, os utilizadores ao tirarem uma fotografia podem registar uma mensagem áudio em simultâneo até 10 segundos, que pode ser depois reproduzida na própria câmara e respetivo ecrã LCD. No entanto, o áudio é igualmente convertido em código QR, que fica registado na própria fotografia. O smartphone consegue ler o código da fotografia e reproduzir o respetivo áudio. Os sons são armazenados na cloud da Fujifilm durante um ano, já que pode enviar para amigos, para estes ouvirem no seu próprio dispositivo.

Teresa Fonseca, diretora de foto e imaging da Fujifilm, realça o papel da empresa nos últimos 80 anos desde que foi fundada, tendo em conta o lançamento de novos produtos para ir de encontro ao consumidor, em diversos sectores, mas sobretudo na área da fotografia. A empresa faturou 21.049 milhões de euros em 2018, muito devendo à gama de produtos Instax, sendo que os Estados Unidos são o principal consumidor da tecnologia. A pequena câmara vendeu em 2018 cerca de 10 milhões de unidades em todo o mundo, “o que consideramos um número fantástico para um sector muito importante para a Fujifilm”, destaca Teresa Fonseca. Nos próximos anos, a empresa pretende manter o número de câmaras vendidas.

Estreado em 1998, a película mini, continua a ser uma aposta da empresa para as fotografias instantâneas da Instax. No entanto, apenas em 2012, com o modelo Mini 8, é que a câmara ganhou tração em Portugal. A nova instax mini LiPlay é lançado em três cores, o Stone White, Elegant Black e Blush Gold. A versão preta tem uma textura rugosa, a branca tem um toque que lembra pedras, enquanto a rosa apresenta um tom glamoroso feminino.

Há ainda uma funcionalidade híbrida nesta nova câmara compacta que permite escolher entre quatro fotografias capturadas, a melhor para imprimir. Olhando para o público das redes sociais, a câmara coloca 30 templates com filtros divertidos, desde bigodes a orelhas de coelho em realidade aumentada. Para evitar que os utilizadores tenham de procurar a imagem que desejam, podem configurar os preferidos em três botões físicos de atalho disponíveis na câmara.

Uma função importante do dispositivo é a possibilidade da mesma funcionar apenas como impressora, ou seja, é possível tirar fotografias com o smartphone e imprimir na instax. Para tal basta utilizar uma aplicação e conectar os dispositivos via Bluetooth.

Também pode utilizar o smartphone para ter acesso a uma “live view” da câmara, com a possibilidade de disparo remoto, para que os utilizadores possam tirar uma foto em amigos.

A câmara já se encontra à venda por 169 euros, estando previstos alças e estojos (em forma de meia à prova de riscos) como acessórios. Há ainda um novo filme mini Confetti, a 9,99 euros com formas coloridas, incluindo a Star Illumination em formato quadrado, em duas variantes, para que os utilizadores mais jovens adicionem um toque adicional de criatividade às suas fotografias.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.