A Garmin apresentou dois novos sistemas de GPS desenhados exclusivamente para motociclistas que passam muito tempo na estrada. Os modelos Zumo 346 e 396 LMT-S apostam sobretudo na conectividade, geolocalização e ligações wireless. Através de Wi-Fi ou conectividade com o telemóvel com o sistema Smartphone Link pode manter os mapas do GPS sempre atualizados, mas também obter informações meteorológicas, do trânsito e pontos de interesse em tempo real durante as viagens. Os utilizadores irão também receber notificações sobre eventuais acidentes na sua rota, com alguma antecedência, assim como a presença de radares, obras e outros obstáculos.

Já a ligação Bluetooth permite controlar algumas funcionalidades do smartphone, como por exemplo a música, sem a necessidade de tirar as luvas ou o capacete. Basta para isso ligar o dispositivo de GPS ao sistema de intercomunicador da mota.

A principal novidade dos novos GPS Zumo é a partilha de ficheiros GPX via wireless entre os motociclistas do grupo. Para “matar o tempo” em viagens prolongadas e circuitos mais aborrecidos, o GPS apresenta um sistema de interação social para encontrar rotas mais emocionantes e percursos mais sinuosos, com curvas mais apertadas ou escolher condições específicas do terreno. Depois de traçar a rota, pode partilhá-la com os restantes membros do grupo para que ninguém se perca.

Através do emparelhamento do Zumo com o sistema Smartphone Link, os amigos ou familiares podem monitorizar as viagens em tempo real com a sua localização, através da aplicação LiveTrack. Já não precisa de fazer a habitual chamada “cheguei bem”: eles já sabem. Caso surja um imprevisto ou um sinistro, é possível enviar mensagens predefinidas para contactos selecionados previamente. O GPS deteta, através de sensores e acelerómetros um acidente, ativando o sistema de mensagem rápida, num sistema semelhante ao que a BMW introduziu nos seus veículos.

A fabricante promete uma experiência de navegação mais completa graças ao ecrã tátil de 4,3 polegadas do GPS que pode ser utilizado com luvas, e importante, manter a leitura legível sob condições extremas de luz solar, ou outras condições meteorológicas, para que não tenha de parar para fazer as consultas. Os dispositivos são resistentes a salpicos de combustível e à prova de água.

Para os motociclistas que não conhecem muito bem as estradas do percurso, os sistemas de GPS da Zumo disparam alguns alertas importantes, tais como a presença de curvas apertadas, mudanças de velocidade, entrada em locais com escolas na proximidade, a presença de animais, passagens de nível, entre outros perigos. E se houver uma distração e "galgar a via" em contramão, o GPS envia um aviso. Nas viagens prolongadas, o sistema ajuda ainda a traçar o plano de descanso, mantendo o piloto informado com o medidor de fadiga.

Uma das características da nova versão dos Zumo é a possibilidade de analisar o mapa e verificar o trânsito em tempo real, mesmo sem estabelecer uma rota. Pode fazer um planeamento e definir o caminho até ao destino que deseje. Também pode traçar a rota através do smartphone e enviar para o GPS, tornando ainda mais dinâmica a interação entre os dois dispositivos.

Para tornar o sistema do GPS mais próximo das redes sociais, sempre que escolhe um destino classificado no Trip Advisor, poderá receber informações úteis, tais como a sua classificação. Este sistema dinâmico de atualizações baseia-se numa base de dados online em constante atualização, ao contrário de anteriores aparelhos que continham as informações estáticas na memória dos dispositivos.

A forma como a informação é mostrada no ecrã também sofreu algumas remodelações. De forma a evidenciar mais as rotas, as placas de localidades ou mudanças de direção são replicadas no ecrã do dispositivo, evitando enganos. Pode ainda definir rotas de ida e volta, tal como as anteriores versões do GPS.

Sugestão TEK: 5 sistemas GPS para o seu carro ou moto
Sugestão TEK: 5 sistemas GPS para o seu carro ou moto
Ver artigo

Em termos de diferenças dos modelos, o Zumo 346 e o 396 LMT-S são iguais ao nível das características. No entanto, o 396 que custa 399,99 euros, apresenta o mapa da Europa completo e um kit de montagem para automóveis, incluindo adaptador para isqueiro. O 346 custa 249,99 e não tem este kit extra, sendo a cartografia limitada à Europa ocidental, sendo necessário comprar os restantes mapas à parte. Foi ainda referido o modelo Zumo 595, como topo de gama, com um ecrã de 5 polegadas.

Em declarações ao SAPO TEK, Miguel Teixeira, comercial da Garmin, demonstrou confiança nos novos produtos do GPS, destacando o sistema de notificações dos dispositivos e as interações com as redes sociais: “se receber uma mensagem do Facebook, posso mandar o equipamento reproduzir para mim, assim como partilhar os circuitos que faço”. Miguel Teixeira referiu que a marca vende 500/600 unidades de GPS por ano, “o que é muito bom para o mercado português e vocacionado para motas de estrada”, mantendo elevadas as expectativas para este ano.

Questionado sobre o futuro e evolução dos dispositivos de GPS, o responsável da Garmin refere que poderão tornar-se o “espelho do telefone”, ou seja, replicar no GPS tudo aquilo que faz no smartphone, mas com uma construção resistente, à prova de água e combustível, tais como os modelos apresentados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.