Ao serviço da Guarda Nacional Republicana vão estar 14 drones, no âmbito de um projeto que se designa Viana - Sistemas de Vigilância do Ambiente e da Natureza no alto Minho.


Os dronos vão sobrevoar o Parque Nacional da Peneda Gerês e será ainda um auxilio na proteção da natureza a vários níveis, podendo vir a desempenhar por exemplo também um papel no combate à Caça Furtiva.


De acordo com a TSF, que detalha o projeto, a GNR espera ter a "nova esquadra" de aparelhos a funcionar até 2016, mas este ano pode já ser implementada a primeira parte do projeto. Tudo depende da altura em que as verbas de suporte vão chegar.


O projeto Viana vai custar 3,5 milhões de euros. Será um contributo importante para ajudar a preservar o parque natural do Gerês, que só entre 2000 e 2012 registou quase dois mil fogos que acabaram por destruir 32 mil hectares, entre mato e floresta.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.