A Hitachi, fabricante japonesa de produtos de electrónica, vai assumir por agora setenta por cento da unidade de discos rígidos da IBM e ao longo dos três próximos anos assumirá a total propriedade da mesma, revelaram as empresas ontem em comunicado. O negócio deverá estar terminado até ao final deste ano fiscal.

Segundo alguns analistas vai ser necessária uma reestruturação da empresa, incluindo despedimentos. Masaaki Hayashi, vice-presidente da Hitachi refere a propósito que "esta pode não ser uma situação perfeita mas vão ser necessárias reformas estruturais para impulsionar a eficiência". A nova empresa vai localizar-se em São José, Califórnia, e empregar 24 mil funcionários, 18 mil oriundos da IBM e 6 mil da Hitachi.

Os executivos da Hitachi, ao reconhecer a necessidade de reestruturação do novo negócio, citaram novas oportunidades de crescimento para as drives de disco rigído em electrónica de consumo. Para a IBM, afirmam os analistas, este negócio vai libertar um segmento empresarial problemático.

Segundo informações divulgadas em comunicado, a nova companhia deverá ter receitas na ordem dos 5 mil milhões de dólares (5,2 mil milhões de euros) no seu próximo ano fiscal a começar em Abril de 2003 e prevê atingir em 2007 os sete mil milhões de dólares (7,4 mil milhões de euros).

As duas empresas vão ainda desenvolver em conjunto novas tecnologias para sistemas de armazenamento de dados, pretendendo com isto destronar a concorrente EMC do primeiro lugar deste sector bastante lucrativo e em grande crescimento.

Notícias Relacionadas:

2002-04-17 - IBM e Hitachi colaboram no desenvolvimento de tecnologias de storage


2001-11-20 - Hitachi e Nec formam parceria para software

2001-05-30 - IBM em parceria com NEC, Hitachi e Fujitsu

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.