A Intel revelou hoje que desligou o software da sua família de processadores móveis Centrino que pode levar a que alguns computadores portáteis bloqueiem quando correm um cliente de redes virtuais privadas (Virtual Private Networks - VPNs) no sistemas operativo Windows XP da Microsoft, informou a IDG.



No dia 14 de Maio, a Nortel, fabricante do software cliente de VPN, divulgou que concluiu que os notebooks baseados na tecnologia Centrino vão abaixo quando correm o Contivity, a aplicação em causa. De acordo com a companhia canadiana, desde 1997 até agora já foram comercializadas mais de 50 milhões de unidades do programa.



De acordo com Daniel Francisco, porta-voz da Intel, a fabricante de semicondutores terá determinado que o problema ocorre quando as VPNs são utilizadas em conjunto com o utilitário de switching adaptativo no seu software Centrino PROSet. Esse utilitário permite que os utilizadores mantenham uma ligação quando mudam de uma rede com fios para uma rede wireless.



Francisco acrescentou que a Intel acredita que a maior parte dos sistemas Centrino comercializados já hoje virão com a funcionalidade de switching adaptativo desligada, sendo que o problema ocorre em computadores portáteis manufacturados por mais do que um fabricante e com VPNs de várias produtoras de software. A Nortel desenvolveu outro mecanismo de resolução do problema, mas de acordo com um boletim técnico da empresa, este método implica que a funcionalidade acrescida dos drivers PROSet não estará disponível.



A arquitectura e tecnologia Centrino, generalizadamente adoptada pelas fabricantes de computadores portáteis após o seu lançamento em meados de Março, abrange um processador móvel Pentium M e um chipset 855 - que ajuda a administrar o consumo de energia eléctrica, gráficos e portas USB - para além do módulo Intel PRO/Wireless. A Intel apoiou o lançamento deste pacote com uma campanha publicitária no valor de 300 milhões de dólares.



No site de suporte técnico da Intel na Web é possível ver um aviso notificando que o PROSet Adapter Switching deverá ser desligado antes de utilizar uma série de clientes VPNs, incluindo software da Cisco, CheckPoint, Microsoft e da própria Intel. De acordo com a publicação PC World, este aviso foi publicado a 26 de Fevereiro, poucas semanas antes do lançamento da Centrino.


Notícias Relacionadas:

2003-05-29 - Intel mostra vantagens de tecnologia Wi-Fi nas "Docas Wireless"

2003-05-16 - Intel demonstra tecnologia móvel Centrino em hotspot nas Docas

2003-03-12 - Intel reforça aposta no conceito de mobilidade através do Centrino

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.