A Intel prepara-se para apresentar uma oferta renovada de sistemas de processamento integrados, denominados SoC (System-on-a-Chip), baseados na arquitectura Pentium M. Todos os modelos dos novos sistemas integram 4 microprocessadores, incluindo processador central Pentium M, controlador I/O, controlador de memória e acelerador Intel QuickAssist.

Segundo a Intel, os novos sistemas integrados serão 45 por cento mais pequenos e consumirão menos 34 por cento de energia do que a restante oferta Intel comparável. Os sistemas suportam módulos adicionais, para aceleração do processamento de cifras e pacotes de dados em aplicações de comunicações e segurança de nível industrial e empresarial, bem como múltiplos sistemas operativos.

As aplicações previstas para os novos SoCs incluem sistemas embebidos industriais e empresariais, soluções de armazenamento em rede para pequenas e médias empresas, dispositivos dedicados de segurança e comunicações empresariais, sistemas VoIP e infra-estruturas de redes sem fios. Os sistemas integrados deverão ser utilizados por fabricantes de equipamentos como a Nortel, Alcatel-Lucent, Advantech, Lanner ou NexCom.

Embora a nova geração de SoCs da Intel possua processadores Pentium M, a fabricante já anunciou que pretende vir a integrar os novos processadores móveis Atom, com uma maior eficiência energética e melhor desempenho comparativamente aos modelos móveis Pentium, no seu mapa de produção.

Notícias Relacionadas:

2007-07-27 - Comissão Europeia acusa formalmente Intel por práticas anti-concorrenciais

2008-07-22 - Intel baixa preços de sete processadores

2008-07-16 - Lucros da Intel sobem 25% no 2º trimestre

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.