O iPad ainda não está à venda, mas já tem um galardão, o de fiasco do ano em 2010. Esta é pelo menos a opinião dos promotores e da maioria dos participantes na votação para os Fiasco Awards, os prémios que distinguem os projectos de TI que mais se destacaram na capacidade de criar muito expectativa e fracos resultados.

Concorrendo com vários candidatos, entre eles o Google Wave, os sistemas anticópia DRM e a consola PSP GO, o tablet da Apple destacou-se, recolhendo 4.325 de um total de 7.000 votos.

O facto de o iPad ter sido nomeado quando ainda nem sequer chegou ao mercado foi justificado pelos promotores do evento - um grupo de pessoas ligadas ao sector das tecnologias - como uma espécie de "voto de confiança".

A atribuição do prémio, por sua vez, mostra que os internautas que participaram na votação "querem que o iPad siga um percurso idêntico ao do Presidente dos Estados Unidos, com o seu Prémio Nobel, recebendo um galardão antes de começar a sua trajectória".

A incompatibilidade com conteúdos Flash e a inexistência de portas USB estão entre as qualidades que levaram à nomeação, e consequente "distinção", do iPad

Se dentro de um ano o tablet da Apple não se tiver revelado, efectivamente, um fracasso, será o próprio concurso a concorrer a fiasco do ano, em 2011, prometem os responsáveis pelo mesmo.

Refira-se que o iPad começa esta sexta-feira a aceitar registos de pré-encomenda nos Estados Unidos.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.