O lançamento do Siri, aquando do iPhone 4S, deu tanto ou mais que falar que o próprio equipamento, pela inovação que representou. Os utilizadores de equipamentos com o sistema operativo móvel de código aberto promovido pela Google estão prestes a ganhar uma alternativa (que se espera esteja) à altura: o Iris.

Há muito que o Android conta com a capacidade de responder a comandos de voz, mas os utilizadores de iPhone terão, provavelmente, sentido que valeu a pena esperar para ver nascer o reconhecimento de voz "à la Apple".

A funcionalidade foi apresentada como uma espécie de "assistente pessoal", capaz não apenas de identificar comandos de voz e desencadear múltiplas tarefas, mas como um verdadeiro interlocutor, concebido para "ajudar" quem tenha um dispositivo móvel equipado com a última versão do iOS - e são cada vez mais, segundo os números da empresa.

Em oito horas, os adeptos do código aberto criaram o Iris, que tem o objetivo de constituir uma alternativa à altura para os equipamentos com o sistema operativo móvel da Google.

O software foi concebido pela Dexetra.com durante um hackathon - um encontro de programadores para trabalho colaborativo no desenvolvimento de código - e permite, através do reconhecimento de voz, desencadear pesquisas em categorias tão diversas como conversões, arte, literatura, história ou biologia, explica o TechCrunch, que experimentou a novidade.

"Quando começámos a ver resultados, toda a gente ficou entusiasmada e entrámos numa corrida de programação de alta velocidade. Em pouco tempo acrescentámos ao Iris características como o reconhecimento de voz, a capacidade de transformar texto em voz e uma série de apontamentos de humor", o nome Iris só foi decidido ontem, contou um dos responsáveis, citado pelo site.

[caption]Iris. Imagem TechCrunch[/caption]

O utilizador pode perguntar ao telefone "o que é um peixe" e o dispositivo responde-lhe com um parágrafo da Wikipédia sobre este tipo de animais, exemplifica a mesma fonte, segundo a qual a ferramenta se revelou ainda um limitada mas "bastante fixe".

A novidade deverá ficar disponível através do Android Market ainda esta semana. Uma primeira versão de teste - em formato APK - pode ser descarregada pelos mais curiosos entretanto, mas os especialistas aconselham os menos versados nestas lides a esperar pela beta oficial.

Nota da Redação: A notícia foi alterada para corrigir a omissão de palavras, como apontado por um dos nossos leitores.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.