O leitor de e-books mais famoso do mundo vai finalmente ultrapassar as fronteiras dos Estados Unidos. A empresa responsável pelo fabrico e comercialização do dispositivo anunciou hoje a disponibilização, a partir de 19 de Outubro, para mais de cem países. Os leitores já estão, entretanto, em pré-venda no site da Amazon.

Outra das novidades é a redução do preço do aparelho, que custava 299 dólares (cerca de 203 euros) e passa a estar disponível por 279 dólares (189,41 euros), na versão internacional, ou 259 dólares (175,85 euros), para residentes nos EUA.

A diferença entre as duas versões reside na ligação à Internet, que vai permitir adquirir livros, jornais e revistas online, a partir do próprio aparelho.

No caso da versão internacional, a ligação funcionará através de conectividade 3G integrada nos dispositivos e adaptada aos países incluídos na lista apresentada pela Amazon, que providencia o acesso, sem qualquer custo acrescido, às mais de 200 mil publicações para venda - todas na língua inglesa - incluídas no catálogo da Amazon, que conta com "fornecedores" como o New York Times, ou as editoras Penguin, Lonely Planet, Atlantic Books, Bloomsbury, Canongate, Faber and Faber, Harper Collins e Quercus, entre outras.

O Kindle tem uma memória de 2 GB que permite armazenar até 1.500 livros, e proporciona uma experiência de leitura que se aproxima à de um livro em papel, mas com um peso e espessura inferiores. O leitor conta com um ecrã de 6 polegadas e teclado QWERTY, que permite marcar e destacar páginas e partes dos textos ou acrescentar-lhes notas.

O dispositivo também lê documentos de texto e PDFs, que podem ser transferidos do computador através da ligação Wireless que integra. A autonomia da bateria pode variar entre 4 dias e duas semanas, consoante seja ou não utilizado o wireless.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.