Com um alinhamento forte de computadores baseados na próxima geração de processadores da Intel, a Asus completa o seu catálogo com diferentes periféricos, acessórios e hardware para aquilo que diz ser o gaming do próximo nível. O evento Meta Buffs revelou novidades para os jogadores mais exigentes obterem o máximo nas suas experiências de gaming. Para a empresa, meta significa literalmente puxar pelo máximo da experiência de gaming, ou como se diz nos RPG nos videojogos, buffing que é elevar as estatísticas de uma personagem, neste caso, das suas máquinas de jogo.

ROG Strix GeForce RTX 30 Series

O grande destaque vai para a nova ROG Strix GeForce RTX 30, uma das primeiras a recorrer à segunda geração do GPU RTX que a NVidia acaba de revelar. A placa tem novos núcleos RT, núcleos Tensor e multiprocessadores de streaming, de forma a oferecer visuais mais detalhados, ao mais elevado framerate, salienta a empresa. As aplicações criativas e os jogos vão ainda beneficiar de aceleração por inteligência artificial. A Asus refere que a nova arquitetura NVidia Ampere oferece uma performance por watt cerca de 1,9 vezes superior à anterior geração. A série RTX 30 já suporta resoluções até 8K, e a fabricante tem modelos RTX 3090, 3080 e 3070.

A Asus refere que a sua nova série de placas gráficas apresenta um novo design de inovação térmica. Tem um trio de ventoinhas composto por uma central, composta por 13 lâminas para manter uma pressão estática para conduzir o ar pelo dissipador. Já as outras duas ventoinhas têm 11 lâminas cada para ajudar a dissipar o calor acumulado nas laterais do hardware, ajudando também na circulação geral do ar.

Três novos monitores para gaming

A Asus revelou dois monitores com ecrãs de 360 Hz, os modelos ROG Swift PG259QN e PG259QNR, considerados os mais rápidos do mundo dos eSports, no que diz respeito à taxa de atualização. A fabricante promete que conseguem obter mais 50% de frames por segundo que os anteriores monitores de 240 Hz, daí serem direcionados sobretudo aos desportos eletrónicos. Ambos têm 24,5 polegadas e uma resolução máxima de 1080p, suportados por IPS, mas com tecnologia que permite acender e desligar quatro vezes mais rápido que os painéis IPS convencionais. É destacado que estes têm 1 ms de resposta, o que está a par das exigências dos jogadores profissionais.

O seu ecrã é compatível com HDR10 e suporta a tecnologia NVidia G-Sync, tornando os visuais mais suaves e sem o efeito de tearing, stuttering e input lag, que são as principais queixas dos jogadores com olho apurado.

O modelo PG259QNR tem uma ferramenta de medição de latência direcionada aos eSports, que incluem informações do quão rápida é a atualização do ecrã depois dos cliques no rato ou movimentos das personagens. A Asus refere que esta medição até aqui apenas se conseguia obter com câmaras de alta velocidade superiores a 7 mil dólares, o que torna impossível aos jogadores acederem a esta informação. De salientar que este modelo oferece uma ferramenta de montagem na secretária de forma a poupar espaço.

O terceiro monitor é o ROG Swift PG329Q, com um ecrã de 32 polegadas, uma resolução panorâmica de 2560x1440 e com uma taxa de atualização de 175 Hz, suportado por tecnologia IPS e 1 ms de tempo de resposta. É igualmente um monitor para profissionais, com uma pré-calibração de cor Display HDR 600, DCI-P3 98% e sRGB 160%.

Rato, teclado e headset: as armas dos “guerreiros”

O novo teclado mecânico ROG Strix Scope RX marca a estreia a introduzir switchs mecânicos assentes na tecnologia ROG RX Red Optical. Isto significa que tem um tempo de espera praticamente nulo, desde o momento em que a tecla é pressionada, refere a Asus. Está ainda prometida uma duração do teclado em cerca de 100 milhões de pressões nas teclas. O teclado apresenta ainda certificação IP56, garantindo assim que a água e o pó não o avariam. E ainda tem um USB embutido para fazer de passthrough para ligar um disco externo ou carregar um equipamento.

Já o ROG Keris é um rato sem fios que procura ser leve, com apenas 79 gramas, que pretende ser como uma extensão natural das mãos no conforto dado a jogar videojogos. A Asus concebeu este rato juntamente com profissionais de eSports, de forma a criar a melhor experiência possível, surgindo este modelo como a versão final de uma série de protótipos testados ao longo dos últimos seis meses.

O rato destaca-se pelos três modos de conectividade, seja através de wireless a 2,5 GHz, Bluetooth LE ou mesmo com o cabo USB, quando a bateria está no fim. Tem uma sensibilidade de 16.000 dpi, 400 ips e uma aceleração de 40 g, para um manuseamento preciso, afirma a fabricante. Promete ainda uma longa duração, de cerca de 70 milhões de cliques.

A acompanhar o rato, a Asus apresentou ainda o tapete de rato Scabbard II, capaz de albergar ainda o teclado e outro material, sem a necessidade de contacto com a mesa. Tem uma proteção de grau militar capaz de expelir água, óleo e poeiras, para que a superfície esteja sempre limpa e funcional. E a sua base de borracha antiderrapante mantém todo o equipamento no sítio.

O arsenal de gaming fica completo com o headset Delta S, que promete som de alta qualidade através do codec ESS 9281 composto por tecnologia QUAD DAC. A fabricante afirma que se trata do primeiro headset para gaming com a tecnologia Master Quality Authenticated (MQA). Este modelo tem um peso de 300 gramas e um sistema de conchas almofadas em forma ergonómica de D. Liga-se ao PC através de uma entrada USB-C, mas também às consolas e smartphones. Como o resto dos equipamentos da Asus, o headset suporte luz Aura Sync.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.