No total, a Microsoft está a preparar o lançamento de oito boletins de segurança. Nas quatro falhas críticas que aí se integram serão corrigidas vulnerabilidades que afetam o Windows, o Office, o Internet Explorer, entre outros produtos da marca.



Estas falhas recebem a classificação máxima no ranking que define a perigosidade das vulnerabilidades detetadas no software da Microsoft, por potenciarem a realização de ataques que permitem o controlo remoto das máquinas afetadas.



Entre as falhas críticas do próximo patch Tuesday estará uma correção definitiva para a falha de dia zero que a Microsoft revelou recentemente. Esta vulnerabilidade crítica foi divulgada online sem aviso prévio à empresa, que quando identificou o problema já existiam máquinas afetadas.



Para remediar o problema, a Microsoft lançou um Fix-it, uma solução temporária que não substitui a necessidade de uma correção. Limita-se a alterar configurações no software, de forma a proteger a máquina até que exista uma solução definitiva.



De referir ainda que no leque de falhas críticas a corrigir na próxima terça-feira há vulnerabilidades no Windows, que é afetado nas versões 8, 7 XP e Windows Server 2003, 2008 e 2012.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.