O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) desenvolveu um sensor de movimento que é capaz de reconhecer pessoas mesmo através das paredes. O projeto kinect of the future representa um salto evolutivo relativamente aos sensores atuais, como o Kinect da Microsoft e os sistemas de localização por Wi-Fi.

Através da emissão de frequências de rádio o dispositivo consegue seguir o utilizador para diferentes divisões daquela onde está instalado. Com uma margem de erro de dez centímetros na precisão, as pessoas não precisam de usar qualquer recetor-transmissor para serem detetadas. Basta lá estar.

A tecnologia já foi patenteada, estando o pedido em período de análise. Atualmente o equipamento tem capacidade para detetar apenas uma pessoa. Outro dos desafios passa por tornar o sistema mais compacto, para que possa ser mais facilmente aplicado em diferentes cenários.

Os sistemas como o kinect of the future possibilitam fazer uma gestão de energia com base na posição do utilizador na casa, permitem controlos de climatização de divisões e podem ser usados em hospitais para rastrear os pacientes por exemplo. As possíveis aplicações estendem-se também às plataformas de jogo e a serviços de localização de alta precisão.

Por outro lado, o sistema também pode ser extremamente invasivo e pode levantar preocupações relacionadas com a privacidade.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.