A Intel planeia a disponibilização de PCs a menos de 300 dólares em países sub-desenvolvidos com um modelo de comercialização que assentará em diferentes estratégias, nomeadamente o regime de pay-per-use.



Os computadores de baixo custo deverão começar por surgir na Índia e em alguns países da América do Sul, mas a intenção da Intel é alargar a estratégia ao resto do mundo, segundo Bill Siu, vice-presidente e directo geral do Intel Channel Platforms Group, citado pela Sci-Tech Today.



Remetendo a divulgação de pormenores para as próximas semanas, o responsável da Intel explicou que uma das estratégias consideradas diz respeito a um modelo de pay-per-use mediante o qual os utilizadores poderão comprar tempo nas máquinas de baixo custo, em vez do PC em si.



A fabricante quer desta forma proporcionar uma "experiência informática mais integrada", no lugar de oferecer apenas uma "caixa barata com um processador". A iniciativa consistirá numa "solução total" que irá incluir financiamento, iniciativas educacionais e conteúdos locais, promete a Intel.



A gigante dos processadores não está só na estratégia dos PCs de baixo custo para países sub-desenvolvidos. Empresas da área da tecnologia como a Microsoft ou mesmo personalidades como o co-fundador do MIT Media Lab, Nicholas Negroponte, com o seu One Laptop per Child, têm planos com objectivos aproximados.


Notícias Relacionadas:

2006-01-26 - Nações Unidas vão cooperar no projecto One Laptop per Child
2005-10-01 - MIT promete computador de 100 dólares para Novembro

2005-04-05 - Negroponte coordena projecto que prevê distribuição de laptops a 100 dólares

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.