A Motorola vai aproveitar o Consumer Electronis Show que decorre em Las Vegas entre os dias 8 e 11 de Janeiro para anunciar formalmente a sua entrada no mercado de televisores de ecrã plano. A decisão da segunda maior fabricante mundial de telemóveis tem a ver com as elevadas margens deste negócio, com o seu elevado crescimento nos últimos anos, juntamente com a crença de que esse crescimento se tornará ainda mais notado nos próximos anos e que um operador com experiência no cabo poderá estar mais apto a tirar partido disso.



Na exposição a Motorola pretende apresentar 10 aparelhos LCD entre os 15 e as 45 polegadas que começarão a ser vendidos em primeiro lugar para o mercado chinês e só posteriormente para os Estados Unidos e restantes países. Neste negócio a Motorola deverá actuar através de outras marcas por si detidas e já com algum reconhecimento nos mercados orientais como a Quasar. A produção dos aparelhos é assegurada pelo seu parceiro Proview International Holdings, uma empresa com sede em Hong Kong



As vendas de televisões LCD com alta resolução dispararam nos últimos anos depois dos preços baixarem. Para 2004 espera-se que as vendas aumentem 4,5 por cento e no ano 2005 8,3 por cento, estimam dados da IDC.



Para alguns analistas, consultados pela Reuters que divulgou a notícia, não é claro como a Motorola e outros players com a HP (que recentemente anunciou estar a trabalhar num modelo LCD que também deverá ser apresentado durante a exposição) planeiam ganhar quota a um conjunto de empresas já estabelecidas no mercado onde se incluem nomes como a Sharp, a Sony ou a Samsung.



Estes especialistas acreditam que a entrada de novos players no mercado e a tendência continuada de baixa de preços acabará por levar a uma redução de margens e consequentemente dos lucros. Dados da IDC apontam para que os preços dos ecrãs LCD de 30 a 39 polegadas deva cair para perto dos 1,250 dólares em 2006, contra os actuais 3 mil dólares.



Por outro lado, é também certo que este é um mercado ainda muito recente e os pressupostos que o têm guiado passam pelos preços praticados, design dos produtos e eficácia do marketing, escreve a Reuters. Estes factores conjugados com a experiência da Motorola na área das set-top-boxes poderão jogar a favor da fabricante americana compensando a sua falta de experiência nesta área, explica um consultor da Charter Equity Research.



Notícias Relacionadas:

2003-12-04 - Canon entra no mercado dos ecrãs para televisão em 2004

2003-11-27 - HP segue outras fabricantes de PCs e investe na electrónica de consumo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.