Está a ser uma das maiores novidades da Computex 2016: depois de ter revelado alguns contornos do projeto há uns dias, a MSI fornece agora mais informações sobre o Backpack PC, o “computador-mochila” que está a desenvolver para tornar “móveis” os jogos baseados em realidade virtual.

Trata-se ainda de um protótipo com nome provisório, mas esta solução promete dar que falar. Já sabíamos que é possível que no interior da máquina venha a estar um processador Intel Core i7 e uma placa gráfica GeForce GTX 980, mas a MSI revela agora que há planos para recorrer às novas GPUs GTX 1080 e 1070 que a Nvidia conta lançar em breve.

Com dimensões semelhantes às de uma PlayStation 4, segundo testemunha o site TechRadar.com, este computador para jogos terá efectivamente um design optimizado para levar às costas, dando origem a uma solução de realidade virtual que dispensa a ligação a qualquer outro equipamento ou fonte de alimentação.  

Mais: tudo indica que será possível fazer upgrades e substituir os diversos componentes instalados, da placa gráfica às memórias RAM, como acontece com qualquer computador desktop ou portátil. Até porque as necessidades de energia de uma máquina do género certamente implicarão uma forma simples e eficaz de substituir a bateria.

À parte das notícias que mostram que outras marcas estão também a desenvolver computadores semelhantes, a MSI estima que venha a ser possível jogar num ambiente de realidade virtual durante uma hora e meia por cada carga, com a hipótese de ligar o equipamento à eletricidade a qualquer momento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.