A corrida pelos carros autónomos está de facto lançada. Uma grande parte dos nomes mais relevantes do ramo – fabricantes de automóveis e tecnológicas – estão a mostrar interesse nesta área e a Nissan decidiu recorrer à ajuda da NASA para trabalhar o resultado final.



A parceria entre as duas organizações terá a duração de cinco anos e será acima de tudo baseada no desenvolvimento de investigações conjuntas. No entanto a fabricante japonesa trazer as tecnologias para o mercado de consumo e no final deste ano já conta ter um protótipo funcional para demonstração.

[caption]Nissan NASA[/caption]

Em comunicado é revelado que com esta “aventura” a NASA espera também conseguir desenvolver novos sistemas de navegação e controlo para rovers de futuras missões espaciais.



Sistemas autónomos de condução, soluções de interface humano-máquina, aplicações com ligação à Internet, bem como software de análise de dados em tempo real são algumas das áreas em que as duas organizações vão trabalhar.



Até 2020 a Nissan vai ter no mercado um carro autónomo que será capaz de responder às exigências de diferentes situações – transporte de pessoas, transporte de mercadorias e de outros bens.



As parcerias da NASA com empresas ligadas aos meios de transporte não são de agora, mas por norma a agência norte-americana costuma trabalhar mais no campo do transporte aéreo – está por exemplo a desenvolver um software que permitirá reduzir o número de voos comerciais atrasados e tem também funcionários alocados no projeto do comboio ultrarrápido Hyperloop.



Recorde ainda o vídeo que resume os momentos mais importantes da NASA em 2014:



Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.