O Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (NIST), uma organização do Departamento de Comércio dos Estados Unidos, apresentou ontem o protótipo de um dispositivo que poderá um dia ajudar as pessoas cegas a "ver" imagens digitais.



O dispositivo que tem vindo a ser desenvolvido há mais de um ano, converte as imagens do computador pessoal numa grelha de 3.600 pinos. Os pinos elevam-se da sua posição normal para formar uma cópia da imagem e os utilizadores podem "ler os padrões" com a ponta dos dedos.



Denominado pelos seus inventores ecrã gráfico táctil, o aparelho será testado durante mais um ano pela Federação Nacional do Cego (NFB), uma associação norte-americana sem fins lucrativos constituída por 50 mil membros e com sede na cidade de Baltimore.



Na base do protótipo está uma plotter XY da Hewlett-Packard, com dez anos - um dispositivo semelhante a uma impressora empregue pelos engenheiros para representar equações graficamente. Apesar de a plotter ter sido criada para produzir os seus resultados como tinta em papel, a equipa do NIST modificou o seu modo de funcionamento



John Roberts, líder do projecto no NIST, calcula que os dispositivo possa ser vendido a um preço de dois mil dólares (2.052 euros) quando eventualmente for lançado no mercado. Apesar de o dispositivo poder ser actualmente empregue para comunicar formas de grandes dimensões a pessoas cegas, Roberts afirmou que pretende adaptar o produto para que estes cidadãos com necessidades especiais possam efectivamente ver imagens digitais através deste método.


Notícias Relacionadas:

2002-02-15 - CANTIC de Vila Real possibilita troca de correspondência postal com invisuais

2001-03-12 - Promosoft lança solução para invisuais

2000-12-07 - Acessibilidade ao email

2000-10-27 - IBM actualiza browser para cegos

2000-02-14 - Invento português na Expo2000

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.