Prosseguindo a sua estratégia de apostar no fornecimento de mais desempenho em lugar de uma velocidade de relógio mais rápida, a AMD anunciou hoje o lançamento de dois novos processadores Athlon XP, o 2600+ e o 2400+, numa altura em que esta linha de chips da fabricante de semicondutores assinala o seu terceiro aniversário.



Contudo, apesar de os comerciantes retalhistas terem já começado a receber unidades dos dois novos processadores, os consumidores só poderão adquirir os chips ou computadores baseados neles a partir de Setembro, de acordo com a empresa.



Os processadores Athlon XP da AMD contêm uma arquitectura QuantiSpeed, que oferece vantagens em termos de desempenho comparando com outros processadores concorrentes para PCs em aplicações de conteúdos multimédia digitais, produtividade de escritório e jogos com gráficos a três dimensões. Para além disso, suportam também a tecnologia 3DNow! para capacidades multimédia melhoradas, integram um bus frontal de 266 MHz e são fabricados mediante o processo de fabrico em cobre de 0,13 microns.



O Athlon XP 2600+ irá funcionar a uma velocidade de relógio de 2,13 GHz, sendo o seu preço de venda em volume - quantidades de mil unidades - de 297 dólares (303,71 euros). Por seu lado, o Athlon XP 2400+ irá correr a 2 GHz, podendo ser adquirido em quantidades de mil unidades por 193 dólares (197,36 euros).



Este anúncio surge num momento de grande competição entre a AMD e a sua rival Intel. Com o declínio do mercado dos PCs, as duas companhias estão actualmente a reduzir os preços e a aumentar a velocidade dos seus processadores de forma a conquistar o máximo possível de quota de mercado e estancar a descida das receitas. No último trimestre, a Intel recuperou seis por cento da sua fatia de mercado numa base anual, em parte devido a cortes nos preços dos seus produtos.



A fabricante de semicondutores deverá lançar na próxima semana quatro novos chips Pentium 4 para computadores desktop, incluindo um modelo de 2,80 GHz, seguindo-se uma descida substancial dos preços dos seus processadores. Da mesma forma, a AMD deverá também reduzir os seus preços.



A companhia alcançou um marco importante durante esta semana, quando a Hewlett-Packard adoptou um dos seus chips Athlon para um computador destinado a médias empresas e aos mercados educativos e governamentais. Este negócio assinala a primeira vez em que uma das três grandes fabricantes de informática adopta processadores da AMD para o mercado empresarial.



O último processador desta companhia, o Athlon XP 2200+, foi lançado em Junho e pode ser adquirido através de computadores da HP e outras fabricantes no mesmo dia em que foi anunciado.


Notícias Relacionadas:

2002-08-19 - HP lança PC empresarial com processador AMD Athlon

2001-10-09 - AMD lança novos processadores Athlon XP

2001-06-08 - AMD acelera Athlon até aos 1.4 GHz

2001-03-22 - CeBIT - AMD lança dois novos Athlon

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.