A par do aviso, emitido em conjunto com a Administração Nacional da Segurança do Tráfego das Autoestradas dos EUA (NHTSA), são deixados alguns conselhos sobre como manter os veículos mais tecnológicos seguros e feitas algumas recomendações para as situações em que se considere que o carro foi atacado.

O alerta toma como exemplos os ataques remotos a veículos motorizados mais recentes não revelando qualquer sinal de que as agências conheçam (ou queiram partilhar) alguma situação além das que são do domínio público.

As entidades descrevem a intenção do ataque como a tentativa de alguém não autorizado entrar no sistema do veículo para aceder aos dados do condutor ou para manipular as funcionalidades do veículo.

A lista de conselhos alerta para a necessidade de ter sempre o software do sistema atualizado, para o risco de fazer alterações ao software, para o cuidado a ter quando se ligam outros dispositivos ao carro, fazendo também uma chamada de atenção para as pessoas que têm acesso físico ao automóvel.

Uma das últimas situações que ilustrou o risco de hacking a veículos motorizados mais tecnológicos aconteceu em agosto do ano passado, com ataque de white hackers que permitiu o controlo remoto de um Model S da Tesla Motors, nomeadamente desligar o carro em andamento. 

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.