É ainda um protótipo, mas a Imprensa Nacional Casa da Moeda pode vir a dispensar a impressão dos cartões de cidadão tal como são feitos actualmente, acelerando o processo de emissão e entrega do documento de identificação. A máquina dispensadora foi hoje testada pelo Primeiro Ministro António Costa e a Ministra da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques, com a secretária de Estado Anabela Pedroso, na cerimónia que assinalou os 10 anos de emissão do documento de identificação.

A ideia é que a nova máquina possa ser colocada em locais públicos, disponível 24 horas e sete dias por semana. Com a máquina é possível um cidadão revalidar o seu Cartão de Cidadão, entregando o cartão que vai substituir e fazendo a recolha dos dados biométricos (fotografia, impressão digital, altura e assinatura), recebendo imediatamente o novo cartão, que é impresso no momento. O processo de impressão demora menos de um minuto

Não foram revelados muitos detalhes sobre este protótipo mas o SAPO TEK sabe que foi desenvolvido in house na INCM depois da consulta de várias empresas. E é visível na máquina o logotipo da empresa vision-box.

Se o projecto for aprovado é possível que ainda em 2018 se possam encontrar equipamentos como estes em alguns espaços públicos, acelerando a emissão do Cartão de Cidadão, mas o potencial existe para alargar o serviço também a outros documentos, como a Carta de Condução e o Passaporte Eletrónico.

Segundo os números hoje divulgados, já foram emitidos mais de 20 milhões de cartões de cidadão, sendo que cerca de 10,9 milhões estão ativos. E Gonçalo Caseiro, presidente da Imprensa Nacional Casa da Moeda, destacou que 1,5 milhões foram produzidos e entregues no próprio dia.

Nota da Redação: A notícia foi actualizada com mais informação após a conferência na Imprensa Nacional Casa da Moeda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.