O mundo da realidade virtual tem recebido uma atenção cada vez maior por parte de muitas gigantes tecnológicas como o Facebook, a Sony e a Microsoft. Esta semana, durante o Sundance Film Festival, no Utah, a Oculus está a apresentar aquele que é o seu próprio filme criado em realidade virtual, abrindo possíveis portas para investimentos vindos de Hollywood.



A Oculus VR, empresa focada em realidade virtual, está esta semana num festival de cinema em solo norte-americano a apresentar o seu primeiro filme. Este é o primeiro resultado de um departamento criado no seio da empresa, o Story Studio, que reúne uma equipa de cerca de 10 pessoas, incluindo antigos colaboradores da Pixar e Industrial Light & Magic.


Lost, como é designado o filme, foi realizado por Saschka Unseld e tem a duração de 5 minutos, mas o espetador poderá interagir com o ambiente e os elementos da forma que bem entender, adaptando a experiência às suas preferências e explorando todos os elementos disponíveis. O plano, diz Brendan Iribe, CEO da empresa, não é vender o filme ao consumidor final mas sim "espalhar isto por aí e despertar o interesse de algumas pessoas em Hollywood para criar mais experiências cinematográficas com realidade virtual".



A Oculus VR, comprada pelo Facebook no ano passado por 2 mil milhões de dólares, irá disponibilizar o filme em Utah até ao dia 1 de fevereiro. Apesar de esta ser uma primeira experiência para a empresa, há já mais filmes realizados em realidade virtual e que estão também disponíveis para visualização no festival, que termina no dia 1 de fevereiro.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.