A sonda espacial OSIRIS-Rex está quase a chegar ao seu destino, o asteroide Bennu, onde ficará até março de 2021, prevendo-se regressar à Terra em setembro de 2023. Inicialmente previsto alcançar o seu destino em agosto, será no próximo dia 3 de dezembro que a derradeira missão da sonda da NASA vai começar.

O asteroide tem uma grande importância científica, porque segundo os cientistas tem características únicas que vão ajudar a melhor compreender a origem do Sistema Solar e a vida da Terra, através da análise da sua superfície rochosa rica em carbono.

Segundo a Engadget, a OSIRIS-Rex está a uns meros 120 quilómetros do destino e por isso a NASA começou a fazer alguns testes mecânicos da sonda. O braço robótico TAGSAM (Touch-and-Go Sample Acquisition Mechanism), que serve para recolher amostras do asteroide, já foi testado com sucesso, sobretudo as suas juntas dos braços, nas áreas dos ombros, pulsos e cotovelo.

O Bennu está categorizado como um corpo celeste cuja trajetória o leva a passar muito perto da Terra. Por isso, a sonda vai também recolher dados acerca do comportamento do asteroide, para que se possa saber com maior precisão qual o risco de colisão. Contudo, os cientistas consideram que, a existir, uma aproximação que colocasse a Terra em risco só aconteceria nos finais do século XXII. Por agora, este risco é muito baixo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.