Foi condenado a sete anos de prisão o dono de um site norte americano de venda de software pirata. O site estava a ser investigado desde 2003 pelo FBI e acabou por ser desligado no ano passado.



O seu mentor, um homem de 27 anos, viu-se ainda obrigado a restituir 5,4 milhões de dólares e a entregar às autoridades os bens adquiridos com as receitas do crime onde se incluíam casas, carros e um barco.



A pena fixada a Nathan Peterson, criador do iBackups.net, é a maior alguma vez atribuída por pirataria de software.



Os primeiros alvos de contrafacção eram a Microsoft e a Adobe cujos os produtos lideravam vendas no site, responsável pela comercialização de 20 milhões de dólares em produtos contrafeitos.



Só no ano passado o software pirata gerou perdas para a indústria na ordem dos 34 mil milhões de dólares, estima a Business Software Alliance.



Notícias Relacionadas:

2005-10-21 - Estados Unidos adoptam regras mais duras para pirataria online

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.