A maior parte dos norte-americanos diz que não sabe distinguir bots de humanos nas redes sociais e grande parte está convencida de que os bots têm efeitos negativos, de acordo com um novo estudo do Pew Research Center.

De acordo com a pesquisa, cerca de 66% dos inquiridos já ouviu falar de bots nas redes sociais e, de alguma maneira, estão cientes de sua existência, enquanto que para os restantes 34% é um termo desconhecido.

No entanto, menos de metade (47%) assume que está, pelo menos, um pouco confiante de que consegue reconhecer se está a lidar com um bot ou com uma pessoa de “carne e osso” nas redes sociais e são apenas 7% aqueles que estão “muito confiantes” de que conseguem fazer a distinção.

Isso contrasta com outro estudo feito pelo Pew Research Center em dezembro de 2016 que descobriu que 84% dos norte-americanos disseram estar confiantes na sua capacidade de reconhecer prontamente notícias falsas.

Sem grande surpresa, são os jovens que apresentam uma maior percentagem de consciencialização deste fenómeno, com os utilizadores entre os 18 e os 49 anos a representarem a maior fatia (77%).

O relatório mostra ainda que a educação também desempenha um papel importante, com 78% das pessoas com formação universitária a já ter ouvido falar de bots e 55% dos utilizadores apenas com o ensino secundário a desconhecer o termo.

Quanto ao uso dados aos bots, oito em cada 10 dos inquiridos considera que estes são utilizados com propósitos negativos, ao passo que apenas 17% acha que são um bom instrumento para manter o público informado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.