Em fevereiro, a gigante chinesa de retalho Alibaba, juntou-se à Microsoft e Google no anúncio do seu próprio sistema de IA generativo, no mesmo conceito do ChatGPT, destacando que estava a investigar a tecnologia desde 2017 e que se encontrava no meio de testes internos. A empresa revelou hoje que a sua tecnologia se chama Tongyi Qianwen, para já o nome apenas em chinês e vai ser integrado nas aplicações dos seus negócios muito em breve.

A primeira aplicação que vai receber a IA generativa será o DingTalk, a sua app de mensagens. O Tongyi Qianwen poderá ser utilizado para criar notas com os sumários das reuniões, escrever emails ou criar rascunhos de propostas de negócios. A empresa diz que os utilizadores podem criar instantaneamente uma miniaplicação no DingTalk através de uma fotografia do rascunho de uma ideia escrita num papel.

Outra aplicação que vai ser alimentada pelo sistema é o Tmall Genie, o assistente de voz da Alibaba. Este vai poder interagir de forma mais dinâmica com os utilizadores, como por exemplo, criar e contar histórias às crianças, oferecer receitas saudáveis, dicas para viagens ou fazer recomendações de músicas para os treinos de fitness.

No comunicado, Daniel Zhang, CEO do Grupo Alibaba, salienta que se está a experienciar um momento tecnológico conduzido por IA generativa e computação em cloud e que os negócios em todos os sectores começaram a abraçar a transformação digital para se manterem na liderança. “Como líder global no fornecimento de computação em cloud, a Alibaba Cloud está comprometida em tornar os serviços de IA e computação mais acessíveis e inclusivos para empresas e developers”, acrescenta o líder da empresa. O seu objetivo passa por explorar novos modelos de negócio para crescimento e criar produtos e serviços inovadores para a sociedade.

O Tongyi Qianwen será integrado em todo o ecossistema da Alibaba em breve, de forma a melhorar a experiência do utilizador, a comunicação empresarial, os assistentes inteligentes de voz, o e-commerce, as pesquisas, navegação e entretenimento. A empresa refere ainda que a sua IA generativa terá para já as línguas chinesa e inglesa nas duas aplicações de lançamento.

A Alibaba Cloud vai oferecer aos seus clientes o acesso ao Tongyi Qianwen na cloud e ajudá-los a construir os seus modelos personalizados linguísticos. Essa personalização da IA generativa adapta-se aos negócios e necessidades das empresas. A Alibaba refere que os clientes empresariais já podem começar a participar nos testes beta do Tongyi Qianwen. E os developers vão poder começar a aceder à tecnologia em breve, para criarem as suas aplicações de IA, mas já podem aceder à beta da API.

Em breve vão ser adicionadas funcionalidades ao sistema, tal como capacidade multimodal, ou seja, a capacidade de compreensão de imagens e sistema de texto para imagem.

De salientar que a apresentação oficial do Tongyi Qianwen coincide com a publicação do rascunho das medidas e regras para o uso de IA generativa pelo regulador chinês do ciberespaço, disponível para consulta pública até ao dia 10 de maio, em que os interessados podem dar feedback às propostas. Segundo a BBC, as regras apontam a responsabilidade às empresas da legitimidade dos dados utilizados para treinar a tecnologia de IA generativa.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.