O teste teve como objetivo avaliar os mecanismos de salvaguarda, recuperação e restabelecimento do Sistema de Informação da Segurança Social (SISS), uma iniciativa que é realizada uma vez por ano desde 2008 e que pode ter como pano de fundo diferentes cenários.



Este ano foi simulado um sismo, que resultou na perda total de comunicações, dados e sistema, afetando as instalações do Instituto de Informática no TagusPark e do Centro de Processamento de Dados Principal situado em Lisboa, focos centrais de suporte ao sistema de informação da segurança social, um dos mais complexos da Administração Pública.



O balanço do teste é positivo e de acordo com o Instituto de Informática, que coordenou a operação, foi possível recuperar o sistema em 2 horas e 3 minutos. Foram registadas perdas de informação apenas durante um minuto, ficando abaixo dos limites definidos no plano de continuidade de negócio.



Participaram no simulacro 52 pessoas, entre equipas técnicas, elementos do Instituto da Segurança Social e do Instituto de Gestão Financeira, a par de um conjunto de observadores que representaram essencialmente organismos públicos e universidades.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.