É mais um “tiro” dado pelo Spotify à indústria musical física e às editoras discográficas, introduzindo uma nova estratégia de suporte aos artistas indie na sua plataforma. Ainda recentemente, surgiu um relatório que destaca o streaming como responsável por 75% das receitas geradas pelas discográficas americanas.

Numa mensagem colocada no seu blog, o Spotify está a testar uma funcionalidade que permitirá aos próprios artistas submeterem as suas músicas na plataforma, através do Spotify For Artists. Desde que este segmento do serviço foi criado, há cerca de um ano, a submissão de temas diretamente para a plataforma tornou-se uma das funcionalidades mais pedidas pelos músicos.

tek spotify for artists

Os artistas poderão submeter os seus projetos musicais, sem qualquer intervenção das editoras discográficas, de forma simples, bastando alguns cliques, refere o Spotify. A submissão é semelhante aos passos dados no YouTube, quando se coloca vídeos: depois de feito o upload, pode editar a metadata, os campos de informação e antes de programar quando estas ficam disponíveis pode verificar se está tudo correto no botão de “preview”.

Em relação a pagamentos e royalties, o Spotify esclarece que todos os uploads de músicas são gratuitos, sem qualquer tarifa associada ou comissão. A partilha das receitas será feita nos mesmos moldes gerais em vigor, mas neste caso, os royalties vão diretamente para a conta bancária do artista todos os meses mediante o número de vezes que os fãs ouvem os seus temas. Os músicos poderão acompanhar o desempenho dos temas na sua dashboard e acompanhar os valores que vai receber.

Para já, o serviço ainda está em beta e disponível através de convite para algumas centenas de artistas independentes americanos, mas o Spotify vai expandir o serviço em breve.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.