A Microsoft parece ter deitado definitivamente a toalha ao chão na tentativa de lutar no mercado dos tablets de consumo. Com a apresentação do Surface Pro 3 a tecnológica focou-se mais do que nunca nas capacidades produtivas do equipamento, colocando-o como um concorrente direto do Macbook Air da Apple, que precisa sempre do iPad para atingir o mesmo nível de portabilidade.



E o maior símbolo desta desistência foi a não apresentação de um Surface de tamanho reduzido. Em alternativa, a Microsoft esticou o equipamento até às 12 polegadas apostando num rácio de ecrã de 3:2 e colocou-o no segmento premium.



Sabendo que o Surface tem a vantagem de ser mais portátil, por ser mais leve e por poder funcionar sem um teclado acoplado, resta saber como se porta comparativamente ao Macbook Air – várias vezes referido durante a apresentação - ao nível do preço, visto que até nas especificações técnicas são semelhantes.



Talvez fosse mais justo fazer uma comparação direta entre o Surface Pro 3 e outros equipamentos híbridos que existem no mercado – da Asus, da Sony e da Acer, e onde a Apple não tem nenhum representante. Mas lembra-se aos leitores que foi a Microsoft quem “pediu” para ser colocada nesta posição.



Processador Intel i5; 128 GB de armazenamento; 4GB de RAM



Surface Pro 3 - 999 dólares

Macbook Air - 999 dólares




Processador Intel i5; 256 GB de armazenamento; 8 GB de RAM



Surface Pro 3 – 1.299 dólares

Macbook Air – 1.299 dólares




Processador Intel i7; 256 GB de armazenamento; 8 GB de RAM



Surface Pro 3 – 1.549 dólares

Macbook Air – 1.449 dólares




Processador Intel i7; 512 GB de armazenamento; 8 GB de RAM



Surface Pro 3 – 1.949 dólares

Macbook Air – 1.749 dólares




O Surface Pro tem ainda uma versão a 799 dólares, mas como usa processador Intel i3 e o Macbook Air não tem nenhum modelo com esta configuração não é feita nenhuma comparação, mas apenas a referência.



Pela análise, feita com recurso a mais informações disponíveis na imprensa especializada, até no preço os dois equipamentos são semelhantes, mas com vantagem para o Macbook. Mas em todos os modelos equiparados existem duas características que se salientam: o Surface tem um ecrã mais pequeno, mas com maior resolução que o Macbook Air; já o Macbook tem uma unidade de processamento gráfica superior ao Surface.



O equipamento da Microsoft apresenta no entanto outras vantagens: tem uma caneta de alta precisão de origem, tem um ecrã sensível ao toque e tem duas câmaras fotográficas que produzem vídeos em Full HD, enquanto a câmara frontal do Macbook Air atinge os 720p no Facetime. Por outro lado o portátil da Apple assegura uma maior autonomia de bateria.



Apesar de todos os valores serem apresentados em dólares, os mesmos não variam muito quando convertidos para o mercado europeu, mas na respetiva moeda, o euro. O Surface Pro 3 vai chegar a Portugal em agosto, quando a Microsoft alargar a comercialização do produto.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.