Um estudante de engenharia informática da universidade de engenharia de Colômbia, nos Estados Unidos, criou um sistema de indicadores sonoros para jogos de corrida denominado por Racing Auditory Display (RAD). A tecnologia permite que pessoas cegas se divertam ao volante de um carro de corridas em videojogos.

O RAD funciona através de uma textura sonora associada ao motor do veículo colocado à frente do jogador e é aplicada em dois setores diferentes. O primeiro diz respeito ao posicionamento do carro na pista e está associada ao volante. O som do veículo irá mover-se para a esquerda e direita, consoante se aproxima nas extremidades do circuito. No fundo, quando o jogador vira o volante, está a controlar o som diretamente. Ou seja, quando ouve o som a deslocar-se muito para a esquerda, terá de compensar o carro para a direita, para mantê-lo no centro e evitar a colisão. O segundo setor refere-se ao entendimento da velocidade do carro e a trajetória na pista para se antecipar às curvas.

Embora o sistema pareça simples, para manter a fluidez de uma corrida competitiva, os sons distintos são debitados em simultâneo. Com a prática o jogador vai conseguir manter o carro na pista, a uma velocidade considerável, conseguindo superar todos os obstáculos da estrada, nomeadamente curvas mais abertas ou fechadas, onde é necessário abrandar ou cortar os cantos.

No vídeo pode ver um jogador cego a conduzir tranquilamente com a ajuda do RAD. Impressionante.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.