Mais de 50.000 trabalhadores de um sindicato ligado à restauração preparam-se para fazer uma greve, caso os seus contratos não sejam revistos. As principais preocupações em causa prendem-se com a tendência de as empresas substituírem os empregados de balcão e na área da culinária por máquinas.

Funcionários de 34 casinos de Las Vegas, dos grupos MGM Resorts International e Caesars Entertainment Corporation, decidiram unir-se no protesto, de forma a serem ouvidos e evitarem que a automatização lhes roube o emprego. O sindicato refere que é a primeira greve desde 1984 e vai incluir empregados de bar, empregados de quarto, serviços de mesa, porteiros, cozinheiros, assistentes de cozinha e rececionistas.

tek greve

O sindicato espera obter um contrato de cinco anos para os seus membros, que está a ser negociado nos últimos meses, mas sem acordos à vista. A NBC estima que os prejuízos da eventual greve estão calculados em 10 milhões de dólares por dia, nos dois grupos referidos, chegando aos 315 milhões de dólares, caso esta se mantenha por um mês.

Há muito que se fala no impacto da introdução da automatização e inteligência artificial na indústria na sociedade. A diminuição de empregos e necessidade das pessoas se atualizarem e se prepararem para este salto tecnológico começou a surtir efeitos. Estima-se que, nos próximos anos, a indústria da restauração e alojamento sejam as primeiras a sofrer com a automatização.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.