O Japão e os Estados-membros da União Europeia estão incluídos num grupo de 40 países que aprovaram o projeto das Nações Unidas para a regulamentação de um projeto para incluir em veículos novos e comerciais o sistema AEBS (sistemas de travagem de emergência), como adianta a TSF. A proposta da legislação poderá entrar em vigor em 2020.

Segundo as novas regras, as fabricantes passam a ser obrigadas a construir automóveis com o sistema de travagem inteligente automática, que pode ser acionado até uma velocidade de 60 km/h. Em declarações à TSF, a Nissan ressalva que o sistema não é novidade, mas apoia a iniciativa.

Diversos fabricantes, incluindo a Nissan, já disponibilizam os sistemas de travagem automática, que são designados como anticolisão. O responsável pela marca apoia qualquer iniciativa para obrigar o aumento de segurança dos automóveis.

Com o sistema de travagem automática, os veículos estão equipados com sensores, que permitem fazer travagens de emergência, acionados automaticamente na presença de pessoas e objetos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.