As vendas de PCs no quarto e último trimestre do ano caíram 6,4% comparativamente ao mesmo período do ano passado e para um total de 89,8 milhões de unidades, de acordo com dados revelados ontem pela IDC.



Os números da consultora mostram o pior trimestre dos últimos cinco anos para a indústria dos computadores pessoais. Nem o lançamento do Windows 8 salvou o trimestre, com o impacto das vendas de PCs, impulsionadas pela existência de uma nova versão do sistema operativo, a ficarem abaixo das expectativas da consultora. Nas suas estimativas, a IDC antecipava que as vendas de PCs caíssem 4,4% entre outubro e dezembro de 2012.



Por fabricantes, a HP mantém a liderança do mercado com uma quota de 16,7% e 15,1 milhões de unidades vendidas no período. A Lenovo ocupa a segunda posição com uma quota de 15,7%, que resulta de um crescimento de 8,2% face ao período homólogo. Dell e Acer seguem-se na tabela, embora ambas tenham perdido mais de 20% de quota face a 2011. A Asus fecha o top 5 a crescer. As cinco empresas ocupam, nas mesmas posições, a tabela de vendas relativa ao ano todo.



Por regiões, a IDC sublinha que a EMEA (Europa, Médio Oriente e África) neste trimestre registou uma performance de acordo com as expectativas, com as vendas a caírem ligeiramente face aos valores registados no ano anterior.



Em 2013, a IDC acredita que o efeito Windows 8 será mais sentido e conseguirá dinamizar de forma mais expressiva a venda de novos equipamentos. A esperada descida nos preços dos ultrabooks pode ter o mesmo efeito positivo nas vendas, acredita a consultora.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.