As negociações entre o Estado português e a Venezuela, para a colaboração em iniciativas tecnológicas, está a ganhar cada vez mais forma. No passado sábado, o ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino, recebeu uma delegação da Venezuela formada por representantes dos Ministérios das Telecomunicações e Informática, da Educação e dos Negócios Estrangeiros daquele país sul-americano.



A visita que teve como objectivo mostrar um pouco mais do computador português Magalhães à comitiva e analisar as condições para a importação dos equipamentos para o país liderado por Hugo Chavéz.



No âmbito da visita, os representantes venezuelanos reuniram-se com a administração das tecnológicas portuguesas J.P. Sá Couto e Prológica, envolvidas na produção e comercialização do computador de baixo custo em Portugal.



No encontro, Mário Lino e os intervenientes de ambos os países discutiram ideias e traçaram o balanço do trabalho realizado até aqui com o Magalhães. Abordaram ainda quais os esforços necessários para a exportação do computador para outros países, nomeadamente a Venezuela, assim como os trabalhos para a realização de programas de info-inclusão, assistência técnica e cooperação tecnológica para o estrangeiro.



O desejo de levar até à Venezuela os traços gerais do Plano Tecnológico para a Educação foi um dos temas de uma visita de Hugo Chavéz a Portugal no final de Julho. Na altura, o líder do país sul-americano concluía mais um ponto de colaboração com Portugal, logo após manifestar o desejo de reforçar os trabalhos com o nosso país em matérias comerciais, alimentares e tecnológicos durante a visita oficial de Mário Lino à Venezuela, também em Julho.




Notícias Relacionadas:

2008-07-21 - Hugo Chavéz quer e-escolas na Venezuela

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.